quarta-feira, 25 de abril de 2012

Sabes, Maria

Quando cresceres, a mãe conta-te o que aconteceu no dia 25 de Abril de 1974. 
Melhor, conta-te como foi a vida dos teus avós e dos pais deles.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

#APRILphotoaday Day 22- Last thing you bought

Para ser precisa, a última coisa que comprei foi um chocolate quente hoje de manhã, mas não há registo fotográfico. Vai daí, aqui fica a foto da minha última aquisição no Continente, por apenas um euro. Duas belas taças para eu poder comer os meus chocapic quentinhos. Há em vários tamanhos e cores.

#APRILphotoaday Day 21 - Bottle

Não há grande coisa a dizer. Água  faz bem à saúde mas custa muito a beber.

#APRILphotoaday Day 20 - Something you drew

Enquanto falo ao telefone gosto de rabiscar para distrair a impaciência. Pena o resultado ser este.

#APRILphotoaday Day 19 - Orange

À espera do dono.

#APRILphotoaday Day 18 - Hair


Geralmente preso com um elástico. Dou-lhe pouca atenção porque sou preguiçosa e não quero saber. Nunca o pintei mas já tenho uma dúzia de cabelos brancos.

É melhor não falar aqui das nossas caminhadas e passeios

"Com o mote "A natureza é de todos", na próxima quarta-feira, 25 de Abril, haverá manifestações pela liberdade de usufruir dos parques do Estado, onde voltaram a ser exigidos 152 euros para caminhadas.
A mensagem corre há algum tempo pelo Facebook. No próximo dia 25 de Abril, às habituais marchas de cravo na lapela que em Lisboa e Porto recordarão a liberdade alcançada nesse dia em 1974 somam-se, este ano, duas outras marchas. Pela liberdade de usufruírem dos parques naturais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB), grupos de pedestrianistas e montanhistas vão juntar-se nas áreas protegidas da Peneda-Gerês e da serra de Aires e Candeeiros. Em causa volta a estar contestação à exigência do pagamento de uma taxa de 152 euros a quem pretenda organizar caminhadas nos parques naturais do Estado.
(...)
Quando recebeu, em Fevereiro, um email do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), cujo assunto era "denúncia de actividades ilegais", Carlos Garcia nem queria acreditar. No ofício, o ICNB escreve que "após consulta do blogue" que Carlos Garcia mantém na Internet, constatou que "nos últimos anos" o técnico informático fez canoagem e passeios pedestres no Parque Natural da Arrábida sem a autorização prévia exigida pelo plano de ordenamento. O problema é que para pedir a autorização tem de pagar 150 euros, embora a portaria que regula as taxas cobradas pelo ICNB isente do pagamento o "acesso e visita" às áreas protegidas.
"É ridículo", critica Carlos Garcia, que costuma passear na serra com amigos. "Não cobro pelos passeios, conheço bem a Arrábida e tenho os maiores cuidados. É absurdo ter de pagar para caminhar", sublinha.
José Silva, do Clube Natura - grupo de amigos que organiza caminhadas gratuitas "por carolice" -, teve mesmo de acabar com os passeios na serra de Sintra. Em Outubro, a ASAE enviou-lhe um ofício acusando-o de "concorrência desleal" e "aquisição de verbas não declaradas". O ICNB alertou-o também para a necessidade de pedir autorização. Na origem das intimações estiveram denúncias de terceiros."

Notícia completa aqui

sábado, 21 de abril de 2012

Receita para o fim de semana

Se gostam de gelados, se gostam de banana, se gostam de gelado de banana, experimentem esta receita que é fácil e rápida. Só precisam de congelar umas bananas maduras (daquelas que estão a meio caminho do balde do lixo porque já estão farinhentas e não há quem lhes pegue) e depois passar na liquidificadora/1-2-3/bimby/etc. até ficar cremoso  e suave. 
A receita foi tirada daqui http://minhamarmita.blogspot.pt/2012/03/gelado-de-banana-e-manteiga-de-amendoim.html mas não utilizei a manteiga de amendoim. Ainda.

Agora...não façam a idiotice que eu fiz, que cega e a babar pela ideia de comer gelado de banana atirei com 3 bananas para o congelador. Com casca. Sim, com casca. Sim, é muito, muito parvo. A solução foi passá-las por água e descascar com a faca. Até não foi complicado, mas claro que é mais inteligente (e óbvio) congelar as bananas sem casca.
Outra coisa, o sr. AC diz que não e tal e tal, mas eu acho que um chocolate quente por cima deve combinar muito bem. Se experimentarem, avisem!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

#APRILphotoaday Day 17 - Something you dont like




Caixas de After Eight vazias. É uma dor que me fica na alma (e talvez na barriga) depois de ter comido tudo.

[estou viciada em After Eights, chocolate que eu só comia de vez em quando. Ultimamente compro uma caixa (agora são tão mais baratos!) à segunda feira  e na quarta já não tenho nada.]

terça-feira, 17 de abril de 2012

sábado, 14 de abril de 2012

#APRILPHOTOADAY Day 12 - Stairs

Para além deste símbolo ligado ao mar e aos pescadores, na proa das nossas escadas temos também uns guizos* que encontrámos perdidos na ruína que viria a ser a nossa casa.
* isto não tem nada a ver mas a palavra guizo causa-me alguma urticártia. Lembra-me  os idos anos 90 e aquelas pessoas que tinham pulseiras com guizos, colares com guizos, rastas com guizos e o mais que fosse com guizos. Depois era vê-los (ouvi-los) a tilintar a cada passo, cada espirro, cada fungadela.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Muito útil

Vamos lá acabar com os "fizes-te" nos blogues e no facenice.

http://tracinho.com/, um sítio útil para dúvidas de colocação de hífen.

#APRILPHOTOADAY Day 10 - Cold

Para o frio e para os chuviscos, um lenço e um chapéu de chuva.

#APRILPHOTOADAY Day 9 - younger you

No início de 1980, com o boneco mais feio da história dos brinquedos. Alguém não gostava de mim.

#APRILPHOTOADAY Day 8 - Inside your wallet

Plástico, plástico e mais plástico. Podia deixar metade em casa mas já sei que o dia em que o fizer vai ser o dia em que vou precisar deles.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

quarta-feira, 11 de abril de 2012

#APRILphotoaday Day 7 - Shadow

A minha.

Choques maternais

Saber que as filhas das minhas colegas têm 7/8 anos, usam soutien desde os 3 e  maquilham-se todo o santo dia antes de ir para a escola.

Com 7/8 anos eu usava regularmente fatos de treino (ora de algodão ora de um tecido meio impermeável) e também uns calções de licra com t-shirt largueirona por cima. Muitas vezes eram daquelas com publicidade à trilionésima maratona da EDP ou à 7UP e o Fido Dido. Os ténis eram de marca desconhecida ou então Sanjo, sempre muito gastos e sujos na biqueira. Tinha uns amarelos que adorava.
O soutien apareceu na minha vida lá pelos 12 anos, era mais um top de ginástica que outra coisa e era azul clarinho. Maquilhagem só no Carnaval quando a minha mãe me mascarava de Pierrot e me pintava as bochechas com baton vermelho e desenhava uma lágrima mal amanhada ao pé do olho.

Outros tempos.


And then...

Pérola roubada daqui http://o-parlapie.blogspot.pt/.

terça-feira, 10 de abril de 2012

april photo a day

Pequena nota para mim:
Actualizar os posts do APRILPHOTOADAY. Não deixar a máquina em casa. Recarregar a bateria suplente.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Anos 90 sem internet

Ao ouvir álbuns antigos, muitos deles dos anos 90, dou conta de que cantava mal /improvisava muitas das músicas porque não percebia o que estavam a cantar.
Hoje em dia basta ir ao google e confirmar a letra das músicas, mas há quase 20 anos (!!!)  era tudo diferente. Um dos exemplos é a música Black dos Pearl Jam (1991). Ali pelo meio, eu aldrabava a letra.


Sheets of empty canvas, untouched sheets of clay
Were laid spread out before me as her body once did.
All five horizons revolved around her soul
As the earth to the sun
Now the air I tasted and breathed has taken a turn
Ooh, and all I taught her was everything
Ooh, I know she gave me all that she wore
And now my bitter hands chafe beneath the clouds
Of what was everything.
Oh, the pictures have all been washed in black, tattooed everything...
I take a walk outside
I'm surrounded by some kids at play
I can feel their laughter, so why do I sear?
Oh, and twisted thoughts that spin round my head
I'm spinning, oh, I'm spinning
How quick the sun can drop away
And now my bitter hands cradle broken glass
Of what was everything?
All the pictures have all been washed in black, tattooed everything...
All the love gone bad turned my world to black
Tattooed all I see, all that I am, all I'll be... yeah...
I know someday you'll have a beautiful life,
I know you'll be a sun in somebody else's sky, but why
Why, why can't it be, can't it be mine

quarta-feira, 4 de abril de 2012

terça-feira, 3 de abril de 2012

Direitos de autor

A propósito de um post que eu publiquei há uns meses pesquisei na net uma imagem que ilustrasse as minhas palavras. Abri o google images e feita uma breve pesquisa encontrei uma fotografia que assentava bem na ideia que queria expressar. Como não estava associada a um site ou blog  ( o link era do próprio ficheiro) coloquei como referência para as duas imagens que utilizei "@googleimages" já que era a única fonte (fraca e sem reconhecer o autor, admito) que tinha.  Em momento algum disse que a fotografia era minha.
Acontece que o autor da fotografia encontrou a fotografia aqui e contactou-me no sentido de a retirar, o que fiz prontamente, com um pedido de desculpa. Foi uma situação chata e inesperada (penso que eram as únicas fotos que publiquei sem ter uma referência fidedigna) mas serve como lição para quem anda nestas andanças.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

#APRILphotoaday Day 2 - colour

Não sei o nome destas flores. Chegaram até nós num pequeno vaso e num ápice cresceram, cresceram, cresceram. Devem ocupar um bom m2 do canteiro.

#APRILphotoaday Day 1 - your reflection

Desafio de Abril - não há duas sem três

Já vou com um dia de atraso mas vou tentar o desafio de Abril. As regras são simples: um dia, um tema, uma foto. 




Mais informações aqui :
 http://www.fatmumslim.com.au/

#MARCHphotoaday Day 31 - where you relax

No nosso quarto. Deitada, à noite, a vista é esta.