quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Os indignados ou como eu ando farta do FB*

O pessoal que no Facebook põe imagens de meninos africanos subnutridos com uma legenda do género "Desperdiçam água potável no ice bucket challenge e eu não tenho o que beber". Eu não acho particular piada a esta "corrente" mas se isso traz mais donativos para uma organização de apoio à esclerose lateral amiotrófica então que o façam. Se se pode ajudar uma organização de forma mais discreta? Sim, claro. Mas qual é o grande mal da coisa?
O que me confunde é a argumentação da água potável. São baldes de água ou contaminações de barragens?
Aposto que são pessoas que nunca lavam o carro, não tomam banho depois de um dia de praia ou jogo de futebol com os amigos, não fazem pedicures e em caso algum puxam o autoclismo duas vezes.



* estou mesmo a precisar de férias. 

segunda-feira, 18 de Agosto de 2014

Mini Férias

Fui de férias 4 dias.

Durante esse período morreu o Robin Williams, a Lauren Bacall, o Emídio Rangel. Um casal polaco caiu no Cabo da Roca em frente aos filhos e mesmo assim as pessoas continuam a desrespeitar as regras de segurança porque acham que são os mÁiores.
Fui à praia dois dias e ao segundo dia uma forte ventania arrancou um chapéu de sol do meio da praia abalroando uma senhora  com um bebé pelo caminho. Teve de ir de ambulância para o hospital. Claro que numa vasta extensão de areal o chapéu tinha de ir na minha direcção e foi preciso um salto à Jackie Chan para parar o desgraçado.
Aborreci-me no Facebook e desamiguei uma pessoa. A actualização automática fez com que os vídeos 'postados' arrancassem automaticamente e vi 2 segundos de um vídeo para lá de horroroso, desumano, eu sei lá. Fico a achar que algumas pessoas confundem a vida real com jogos de computador e conseguem ver  e partilhar vídeos como aquele com uma leveza que mete medo.
O BES foi ao ar e o Montepio está sob investigação forense.
Foram anunciados novos cortes na Função Pública.

Estou cansada. Venham lá as férias de Setembro!

quinta-feira, 31 de Julho de 2014

Partilhar é bom

Descobri este blogue por acaso e fosse eu uma pessoa com mais tempo livre já tinha com toda a certeza mais 20 quilos em cima. As receitas com chocolate, por exemplo, são uma perdição. 


http://acozinhacoletiva.blogspot.pt/





sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Lisboa ♥

Deixa-me ouvir o que não ouço
Não é a brisa ou o arvoredo
É outra coisa intercalada
É qualquer coisa que não posso
ouvir senão em segredo
E que talvez não seja nada...

Fernando Pessoa
12-08-1930






Quando andava na escola passei muitas tardes nos jardins da Gulbenkian ou no jardim da Amália, mesmo no alto do parque Eduardo VII. Já não ia lá há muitos anos mas ontem como fui para aqueles lados pude sentar-me um pouco junto a uma oliveira, a sentir a relva nos pés. Não sinto falta nenhuma da noite mas tenho algumas saudades dos dias "sem-horário-e-nada-de-especial-para-fazer" em Lisboa.

segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Massa de papel







O objectivo era marcar as mãos na massa de papel mas não conseguimos, a massa não se moldava o suficiente. Para a próxima dou uma olhadela nas instruções... 
Para não deitar fora a massa fizemos um peixe. Também colhemos folhas no quintal (hortelã, morangueiro, macieira, pessegueiro, alfazema) e fizemos o molde usando o rolo da massa por cima das folhas. Como a Maria adora aguarelas decidimos pintar o peixe e as folhas. Esta última foto lembra-me outra coisa (!) mas fica na mesma o registo :)



 Boa semana!



quarta-feira, 16 de Julho de 2014

Calvário

Esta rua não tem nada de especial à vista, como podem ver na foto, mas cheira terrivelmente...bem! É que no Verão o cheiro a peixe assado inunda as ruas da vila e é comum ver fogareiros à porta. 
Apetecia-me comer sardinhas com salada e pimento mas almocei uma alheira.  Parecido, não é?

segunda-feira, 14 de Julho de 2014

Fim de semana sem custos

Ou quase. Comprei uma caixa de giz colorido por 1,20€ e desenhámos uma 'macaca' e um 'alvo' no chão para atirar pedrinhas. Só não me lembro é da lengalenga que se cantava enquanto se saltava à macaca. Alguém se lembra?





Brincámos com um pião que comprámos em Viseu. Há quem tenha bastante jeito para a coisa mas precisa de moderar a força para não acabarmos com um vidro partido. 


Uma taça, água e espinafres= jantar dos nenucos. Quando eu era miúda fazia papas de lama,folhas e  pedras no quintal da vizinha da minha avó enquanto elas ficavam a conversar. Bons tempos.


No Domingo fomos até uma urbanização inacabada onde passam pouquíssimos carros e andámos de skate. Eu gostava de dizer que fiz um brilharete mas a verdade é que não tenho futuro na área. Há uns anos caí e magoei-me a sério no lábio (não sei como não parti os dentes!!!) e desde então não me aventuro muito. Fico-me pelo registo fotográfico.



quinta-feira, 10 de Julho de 2014

Irene e Esmeralda



Quando a Maria fez 3 anos decidimos que a nossa prenda seria uma galinha. Brinquedos não lhe faltam e muitos deles estão encostados a um canto. Roupa também tem muita, a maioria herdada das primas. Achámos que seria giro ela poder ajudar a tratar da galinha e como bónus passávamos a consumir ovos caseiros frescos.  Assim foi. Comprámos ao vizinho duas galinhas, a Irene e a Esmeralda. Inicialmente pensei que o vizinho nos fosse arranjar umas galinhas médias mas o que apareceu cá por casa foram dois dinossauros. Na foto não se  percebe bem mas são enormes!  Põem dois ovos diariamente e não faz parte dos nossos planos transformá-las em canja ou cabidela. 
Para quem vive na cidade e não tem oportunidade de experimentar ovos caseiros devo dizer que a diferença é muito grande no que diz respeito à cor e ao sabor. Apesar do trabalho extra a verdade é que animam a casa. 

Outra porta


quarta-feira, 9 de Julho de 2014

DIY

Através de outro blogue encontrei o skunkboyblog.com . Para além da autora ser gira que mete raiva tem também umas ideias DIY muito engraçadas. Ontem inspirei-me nesta e a Maria foi modelo por uns minutos. Pedi-lhe para rir, para gritar, chorar, fazer olhar espantada ou desconfiada. Como já tem 3 anos percebe bem estes conceitos e brinca ao 'faz de conta'. Ralha com os bonecos, conta histórias,canta, dança,inventa personagens. As fotografias que tirei ilustram bem esta fase e, modéstia à parte, ficaram lindas.
Experimentem!
blogue aqui

segunda-feira, 7 de Julho de 2014

Bulling nos anos 50

Fui com a minha mãe e a Maria ao café do Cabo. Pelo caminho encontrámos campos de trigo de uma cor dourada que a máquina não capta. A minha mãe lembrou-se da Milú, uma colega de escola que pintava o cabelo de louro e  irritava muita gente:

Ó linda Milu
Cabelo cor da espiga dourada
É loura pela graça de Deus
Ou pela água oxigenada?

sexta-feira, 4 de Julho de 2014